AINDA AMO VOCÊ





Amo, ainda.
Mais, se possível fosse.
Amo as noites escuras de dor e silêncio
Quando sua boca deixou a minha
E tentou outros sabores.
Amo as dores
que minha alma provou
na solidão de não estar.
Amo as pedras que rolaram
sob nosso amor selvagem
e o riso dos pássaros que
se fartaram de nosso mel.
Amo até sua ausência
porque dela assomam
os mínimos carinhos e
as carícias inimagináveis
que seu amor inventava
para agradar o meu.
Saramar

9 comentários:

Lia Noronha disse...

Saramar:o amor que fica guardado num compartimento especial...esperando por melhores tempos!
Bjus.

Taia disse...

Estava inspirada mesmo! Ai como eu queria estar com tanta inspiração... Mas ando tão cansadinha... Enfim, venho aqui e fico feliz! Belo texto, beijos e boa quarta!

margusta disse...

Um bonito hino ao amor.
Os grandes amores nunca se esquecem.
Beijinhos de Portugal.

Lia Noronha disse...

Saramar: obrigada pela atenção dispensada ao meu Cotidiano.
Volto no novo post.
Beijos bem carinhosos e boa noite.

Jôka P. disse...

SARAMAR !!!
Não gostar de poesia e não gostar de vir aqui na sua casa, são coisas totalmente opostas !!!
Eu gosto de chocolate.
Não de todas as marcas e tipos...
Chocolates Godiva, eu gosto.
Eu gosto de frutas. De algumas não.
De frutar vermelhas eu gosto.
De goiabas eu gosto.
Eu gosto de gente.
Não de TODA A GENTE, lógico.
De você, por exemplo, eu gosto.
E venho aqui, pelo prazer de ver você. Não pra ler ou ... não ler...
Venho pra visitar.
Tá, minha querida ?
Um grande beijo.
JÔKA P.
:)

Angela Ursa disse...

Saramar, o amor e a solidão são duas grandes intensidades, apesar de opostas. Beijos da Ursa :))

Fatima disse...

Saramar

Já nos encontramos e trocamos opiniões em alguns blogs e já há algum tempo queria vir conhecer o seu ( tenho passeado por vários dos que frequentam o do Carrasco). Gostei muito , vc escreve muito bem sobre o amor assim como opina com inteligencia nos blogs. Ainda não tenho o meu blog , mas como eu disse no blog do Zorro Tonto , pretendo ter qdo tiver mais tempo para me dedicar.

Beijos !!!

fatco@uol.com.br

Wilton disse...

Olá!
Querida, uma bonita poesia, movida a inspiração. Li e gostei, Beijos

Geovana disse...

Pra mim.o amor somente é lindo e maravilhoso quando duas pessoas se amam por +/- igual..porque se amarem totalmente igual é impossivel.um sempre ama mais do que o outro.Então quando um ama e o outro nao ama.o amor passa a ser a pior coisa da vida desse alguém