NAMORADOS

Subitamente
uma música rompe o medo
é sua voz e me chama
-Vem amar .
E vem pelos dias,
canta versos,
e me diz
-Amada!
E se cala e me calo
mudos desse amor .
Subitamente
é dança
e minha mão adora seu rosto
e sua mão adorna o meu,
apaixonado.
Namorados
Saramar

Quer ler outro poema pequenino de namorado? Vá lá no blog do Leo.

12 comentários:

Fernando Palma disse...

Teu poema é a propria canção que rompe o medo. Praticamente uma metalinguistica...

((Beijos))

luma disse...

Saramar que me encanta!! Pois foi flechada, lá no "Luz"! Vá ver!! Feliz dia! Beijus

Lusófona disse...

Oi Saramar!

Lindo poema para comemorar o dia dos namorados.

Beijos e fica bem

Zeca disse...

A enorme saudade e o carinho infinito me movem em direção ao retorno, com novo blog. Prevejo tudo isto para breve.
Beijos, carinho.

Bosco Sobreira disse...

Belos poemas, minha querida Poeta.
tanto o daqui como o postado lá no Leo.
Bela homenagem ao amor, única razão de se continuar vivo.
Beijos afetuosos.

Francisco Dantas disse...

Poema de namora, essa é muito boa. Brincadeira à parte, Saramar, o amor/amar tem a vantagem de caber em todo poema. E este é um mimo para o dia dos namorados. Um beijo.

Mônica Montone disse...

Que imagem linda... Ficou ótima com o poema.

beijos, querida

MM

Rose disse...

tinha que ser Sara...
Que lindo menina, como o amor de namorados...

beijos

diovvani mendonça disse...

Namorar é sempre bom.
AbraçoDasgeras.

Mário Margaride disse...

Lindo poema SARAMAR!

Hoje neste dia dos namorados.
Tenho um presente para ti no meu Canto poético.

Passa lá, sim!

Beijinhos doces

Anônimo disse...

Saramar,
era tão bom que o destinatário fosse...
Beijos
miguel

un dress disse...

podia estar bordado num lenço...:)




beijO