ORQUÍDEA



entre umidades,
sob impoderável peso,
o entreabrir lento e encarnado.
de todas as seivas, bebo
de todas as luzes, tomo
um pouco da cor, um pretexto
de apressar o momento,
em que finalmente, floresço.
Saramar


Imagem: Bluegirl

7 comentários:

Giu disse...

Na suavidade das letras, um fantástico e encarnado florescer...
Poderosas palavras!
Beijos da Giulia

Erika disse...

Encarnado amor disfarçado de flor.

Beijos Saramar.. (como vc escreve bonito.. afe!!!)

Claudinha disse...

Menina das letras encantadas! Florescer encarnando a poesia e o amor,lindo! Beijão!

Márcia(clarinha) disse...

encarnado como o tingir da paixão e o sorver das suas letras...
doce Saramar, lindo dia
beijos

Tina disse...

Oi Saramar!

Seu florescer é diário, é constante. Está presente nos lindos versos que gentilmente divides conosco.

beijo grande querida, linda semana.

Fernanda Passos disse...

E germina em ti a poesia como a relva no campo.....

crisblog disse...

Orquídea somos nós...o símbolo fálico, eles, são os cravos!

Beijos.