SERIA BOM O MUNDO


Seria bom o mundo
se mais amor houvesse
se viesse fazer da ferida, calma
se viesse beijar meu corpo
e me alumiar a alma.

Seria bom o mundo
se a falta de você fosse pequenina
como a esperança que me anima.
Saramar

11 comentários:

PELADUZ disse...

Não me deixes!
Gonçalves Dias

Debruçada nas águas dum regato
A flor dizia em vão
À corrente, onde bela se mirava:
"Ai, não me deixes, não!
"Comigo fica ou leva-me contigo
"Dos mares à amplidão;

Barquinhos de papel.

Moita disse...

Sarita

A esperança lhe anima.
Você me anima.
Seu verso me anima.

mil cheiros

Jeanne disse...

Olá Saramar, teu nome jé é poesia...
Lindos versos, adorei.
Beijos

Vera disse...

Querida Saramar, como disse Jeanne muito bem, o teu nome é poesia!
Lindas as tuas palavras! Agora e sempre!
Aproveito para te pedir desculpa pela ausência no teu blog... mas tenho estado sem internet!

Beijinhos

Sônia disse...

Seria bom...


Ótimo domingo Saramar!

naenorocha1@hotmail.com disse...

Minha adorável SARAMAR,

Que coisa linda li agora no teu blog, a que fizestes agora.

Um beijo na pele do teu coração
Naeno

naenorocha1@hotmail.com disse...

AMOR PALAVRA

Não brinques com a palavra amor,
Não a espalme por sobre a cabeça
Não se inebrie com seu meigo som,
Não a pronuncie sem os contornos aparados,
Não curta esse barato, como ondas de som,
Que o mar se enfurece com seu peixes avisados,
Que o mundo se arrefece quando um tem malogrado,
Ninguém fala amor, por falar, pra quietar,
Algum consenso.
Pois todos vertem depois, o caldo quente,
As flores se evaporarão pétala por pétala,
E restará um talo de espinhos, o perigo,
Que ronda à boca.
Não se confunda a vossa boda e vosso crânio,
Avisado foi o coração
Que não se dá mais aos efeitos dessa confusão.
Sabe da palavra, que não se brinca, que não se faz alarde,
Sem se remir.
Que é toda, perigo, risco, confusão.

Luna disse...

De que vale a vida sem amor...
beijos

Mário Margaride disse...

Seria de facto Saramar, melhor o mundo, se nos amássemos e respeitássemos mais, sem dúvida minha amiga!

Beijinhos

Mário

http://avano2006.blogspot,com (Canto poético)

Claudinha disse...

Querida amiga, mais uma vez me encanto com sua poesia. Parabéns e esta imagem de barquinho tão frágil diante da imensidão do azul é algo divino! Beijos!

Mutações disse...

A elegia da esperança, injeta em quem lê.Anima.Saudações