INFINITAMENTE


Eu te amo
com a tranquila permanência
do tempo que ainda será
quando tudo mais acabar.
Mesmo quando fores
ficarás em mim
pois que já sou apenas
tu e teu querer
e contigo irei,
rasgo em tua pele,
meu eterno rei.
Saramar

Imagem: Joaquim Moraques

27 comentários:

Lia Noronha disse...

Saramar: td lindíssimo por aqui...no seu talentoso Falares!!!
Beijos carinhosos de boa semana pra vc.

Freyja disse...

que hermoso es el amor cuando se siente cerca y logra dar paz y bellos sentimientos
gracias Saramar por tus lindo saludos en Escuridao, tu eres la poeta, yo solo soy aprendiz
que tengas una linda semana y estes muy bien
besitos


besos y sueños

Alvaro disse...

clap!clap!Clap!

Ricardo Rayol disse...

Coisa mais linda Saramar, um rei, viva o rei.

A.S. disse...

...infinitamente!...


BeijO!

Bosco Sobreira disse...

com a tranquila permanência
do tempo que ainda será
quando tudo mais acabar.

Você está se especializando em frases-permanente, minha querida Poeta.
Só os poetas como você se eternizam!
Um beijo afetuoso, minha querida Saramar.

Moita disse...

"Mesmo quando fores
ficarás em mim"

Palavrs não bastam pra falar da beleza desses versos.

mil cheiros

Mário Margaride disse...

Olá Saramar,

Mais um lindo poema aqui tens!

Tanta ternura, tanto encanto, tanta beleza...
Adorei a parte final soberba, em que dizes:

"e contigo irei,
rasgo em tua pele,
meu eterno rei."

Quem não gostaria de ser esse rei!

Beijinhos

Tina disse...

Para sempre... conheço amor assim.

Lindo Saramar, parabéns.

beijos querida,

O Meu Jeito de Ser disse...

Puxa que bonito isso, te amo com a tranquilidade de que nem o tempo pode apagar.
Parabéns.
Um beijo

Dono do Bar disse...

Que assim seja, Saramar! Pena que aí o amor passe a fazer par com a saudade.

Beijos.

DB.

Lusófona disse...

Amor!! Tão sublime...
Também fiz um post sobre o amor.
Adoro ler, escrever, falar e sentir AMOR.

Beijinhos e um dia muito feliz

Nilson Barcelli disse...

Amar tranquilamente não é para todos.
Belíssimo poema, gostei de ler.
Boa semana, beijos.

A.S. disse...

Reconhecido pelas tuas palavras tão generosas!


Um BeijO...

Silvio Vasconcellos disse...

O amor que permanece não tem o sabor ácido da fruta verde, ou amargo da pimenta ardente, que também são ótimos. Ele é doce feito mel, feito fruta madura, que sacia a sede da vida.

Saramar, estou pensando em terminar com o Uni-verso. Não, não... não virei terrorista. Acho que vou encerrar o Uni-verso In-verso, feito um livro que acaba. Depois, quem sabre, abro novas e alvas páginas... gostaria de vê-la por lá para a despedida.

Quando ao comentário no Mini Contos: é incrível como a "civilização" é cínica. Além de exaurir os recursos dos terceiro mundo, ainda cobra dívidas externas iniciadas sob seus auspícios.

Dora disse...

Uma declaração de amor, confirmada na certeza, sem admitir contestação. Gostei da beleza aliada à firme convição.
Beijos, Saramar.
Dora

cilene disse...

esse amor e ai.e forte e grande demais , amiga...

Anônimo disse...

Saramar, viva o amor que, de um jeito ou de outro, é sempre ma maior fonte de inspiração para poemas lindos por sua concisão e expressividade. Um beijo.

Anne Baylor disse...

Lindo
Lindo
Lindo..
Amo assim..
Mas com a certeza de quê não vai acabar....

Bjus

O Sibarita disse...

Dona Saramar você tá que tá escrevendo cada vez muito bem, é isso, o poema diz e diz...

bjs
O Sibarita

Mônica Montone disse...

ai, ai..... [suspiros]

beijos, querida

MM

Kalinka disse...

INFINITAMENTE...
sempre...
FALARES.

Numa semana em que por razões muito tristes tanto se ouve falar do Algarve, na televisão e nas rádios...apeteceu-me recordar as minhas mini-férias de sossego e muita Paz, no passado mês de Março, no Algarve.
A »Natureza» foi minha companheira constante, juntamente com a sua Beleza admirável.
Estive em lugares magníficos e, utilizei pela 1ª vez a forma de pagamento de ChequeHotel.
Aproveitei para fazer uns passeios por perto e, podem apreciar fabulosas imagens da Praia de D.Ana.

Beijos e abraços.

oktomanota disse...

que tipografias utilizas en la cabecera,(falares) me gustaria tener para mi pagina que esta en construccion
graciasssssss

Moita disse...

Anda meio sumida? Ou é impressão.

300 cheiros

delusions disse...

"Eu te amo
com a tranquila permanência
do tempo que ainda será
quando tudo mais acabar."

...

:)

é isto amor...lindo!


Bjs*

Francisco Dantas disse...

O "anônimo" se identifica: Francisco Dantas. A máquina está empacada como jumento em meio de estrada. Beijo.

chiko disse...

"pois sou apenas tu e teu querer". Que beleza de verso. Ele, por si só, vale todo o poema.