PAIXÃO

quando te entregar
o pleno tremular das coxas
e a maciez das costas ondulantes
cristas do mar, arrebentação,
irás, do êxtase ao temor delirante.
em tropeços, tonto
e de sal coberto,
finalmente saberás
o significado da paixão.

Saramar

Imagem: Maria Stenzel

6 comentários:

Erika disse...

soou como renda-se.

beijos

Daniele disse...

Minha tão querida Saramar e nesse Mar de paixão que há em ti, sentimos a entrega, o tremor das coxas, o êxtase...

beijos na sua alma,
da amiga e admiradora
Dani

Jôka P. disse...

Que bom ter recebido a sua visita !
Um beijo e tudo de bom, Saramar !

isabella benicio disse...

Intenso e belíssimo! Beijo, Saramar.

crisblog disse...

Eu "vi" essa poesia, lendo-a !

Beijos em arrebentação!

Sônia disse...

Uau! A paixão é assim mesmo, como um mar revolto! rs