SOLIDÃO


Sozinha
a mesa posta
e o vinho
as flores vesgas
de mirar a janela.
Sozinha com minha esperança
de que o mundo vire
e o mar recolha suas águas
algum milagre pequeno
que desperte
o que não passa, não passou.

só tristeza,
o cristal marcado de batom,
a boca de ninguém.
Solidão.
Saramar

Hoje também estou aqui.

6 comentários:

Lia Noronha disse...

Saramar: a solidão pode ser o começo ou o fim de td...adorei...simplesmente!
Bjus mil diretamente do meu Cotidiano.

Ditaur disse...

Attention! See Please Here

Ricardo Rayol disse...

uma cena triste, a mesa posta, sozinha.

Tina disse...

Oi Saramar!

Eu, a espera do acontecer, vivo a solidão.

Tenho versos lindos teus como companhia. Obrigada.

beijo grande,

Defensor disse...

Salve Saramar,
A solidão só é boa quado é voluntária...
Bela poesia, com a "cara" do Defensor...
Abraços, bom fds

Chiko Kuneski disse...

Maravilhoso.