DEPOIS DO MAR


Volto ao mar
meus olhos ao mar
tão longe o mar
meus olhos náufragos
de tanta espera.
o amor no fim do mundo
o amor no fundo
um mundo de nós
correntes cordas velames
profundamente presos
e nós?
Saramar

13 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Saramar, belíssimo poema... Entrou no meu coração...
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Oi querida
Meus olhos, que já são da cor do mar, hoje estão inundados...
Beleza de poema
beijos

Anônimo disse...

Tanto mar...e eu sem forças para nadar.

Um beijo

miguel

Mimi disse...

Nós? bem, nós fomos aquele barco, aquelas gaivotas, aqueles peixes, aquele sal, aquelas ondas.
e nós desatamos.

beijo de ressaca

cilene disse...

Oh mar ingrato que nao traz esse amor de volta.. boa semana

Lia Noronha disse...

Sarmar: o mar...o amor e sua poesia...unidos harmoniosamente!!!
bjus mil de boa semana.

Bill Stein Husenbar disse...

Saramar adorei conhecer o seu blog.

Irei passar cá mais vezes.

Parabéns.

Blog de BSH
http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Multiolhares disse...

O mar é como o farol da nossa vida
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
os nós de nós,
cheiram a mar,
naufragos de nós,
na encruzilhada,
de nós em espera . . .
,
buzios sonantes,
,
*

Bosco Sobreira disse...

Como é bela nossa língua, minha Poeta favorita! Principalmente quando a sensibilidade de uma criadora usa a polissemia como nos é dada neste poema.
Como é bom te ler, querida Poeta!
Um beijo afetuoso.

Jacinta Dantas disse...

Nossa!
um poema assim, com gosto de mar e desejo de amar. Lindo.
Beijos

Chiko Kuneski disse...

Esse é um navegar de nós mar a fora, desatando nós na velocidade a todo nós.

Chiko Kuneski disse...

Esse é um navegar de nós mar a fora, desatando nós na velocidade a todo nós.