E TUDO FOI INÚTIL


Fui desafiada por Rose para me ligar à ENCRUZILHADA:
compor um post em prosa/conto ou poesia com o título dos últimos 10 posts,
não necessariamente na mesma ordem de publicação,
usando outras palavras para dar sentido ao todo.
Gostei deste desafio e convido todos os meus amigos
para participarem desse delicado exercício poético.
Os títulos dos meus dez últimos poemas estão em negrito.



Antes, perdida na selva das horas,
girava pela vida, juntando dias,
carregando o tempo como cruz,
como cruz...

Depois, o amor em assalto de marés,
em vagas, em ventos
e seu canto de sereia,
levou o tempo, deixando
seus salgados signos, como luz,
como luz...

Foi breve sonho, passou.
como tudo e sempre, o amor
se desfez em miragem, morreu.
Dele ficou minha vida marcada,
nau do leme desgovernado
pela tempestade que meu coração abriga,
depois do adeus, da morte do amor.

Tanto lutei contra as pedras e o não,
agora, espero somente
o fim das vagas de lembranças
em que soçobro.
Peço aos deuses, levem meus tormentos,
que mais não seja a dor.
Saramar

12 comentários:

Alice Matos disse...

Ficou lindo...

Desenhado com arte e engenho...
Beijinho para ti...

Cadinho RoCo disse...

Com jeitinho pra cá pra lá e eis que surge o poema.
http://cadinhoroco.sabrisweb.com

Ricardo Rayol disse...

Por isso és minha ídola. A rose me passou esse também, devo postar esta semana. bjs.

PS: Isso sim é uma coisa inteligente de se fazer e não repassar memes canhestros

un dress disse...

...e eles te ouvirão...:)



lindO!




beijO

Erika disse...

Não poderia ter ficado menos que isso - maravilhoso.

Aplausos de pé, querida.

Beijos

www.oncoto.erikamurari.com.br

Rose disse...

ñ sobrou nada para eu dizer, já disseram tudo... e assino embaixo..

sua alma é poeta e poética...

beijos

Ordisi Raluz disse...

Parabéns, eu só "comverso" sob efeito de cachaça capixaba, rs. E ollhelá!

Beijos inspirados.

Tina disse...

Oi Saramar!

Eu adoro a sua "veia poética": você consegue, de qualquer jeito. Parabéns.

beijos querida e boa semana,

Angela Ursa disse...

Saramar, sempre belas imagens e lindos textos. Beijos floridos da Ursa :))

Alessandra disse...

impressão de sermos a forma da dor, que haja um cais que nos abrigue! beijos...

Chiko Kuneski disse...

Ficou bem interessante. Eu acho que não consigo algo parecido. Nem me lembraria te todos os meus últimos dez. Bela ousadia.

Osc@r Luiz disse...

Eu faço minhas as palavras da sua amiga Rose, que além de escritora exímia, foi de extrema gentileza para comigo hoje.
Amiga querida, obrigado por ter enfeitado e deixado palavras de carinho no meu mapa.
Minha admiração pela sua pessoa só aumenta a cada dia, mas como num "Meme" eu cito você, vou te dar o direito de resposta...
Beijos e bom final de semana!